sexta-feira, 11 de março de 2016


Seu jeito manso, calmo e complicado...
Seu riso frouxo, sem graça, aquele de canto de boca...
Seu toque frágil, forte, romântico e selvagem...
Sua fala arrastada, baixa e alta...
Você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário