terça-feira, 23 de agosto de 2011

C.F.

Talvez ainda não reparaste que sou tua como teu sorriso da lua...
Talvez ainda não reparaste que teu ângulo perfeita se encaixa no meu imperfeito e nisso tornanos impecáveis...
Talvez ainda não reparaste o quão incrível o mundo brilha quando seu brilho reflete para o planeta toda a beleza de uma esfera intacta...
Talvez ainda não reparaste que seu corpo cabe em mim, como a minha alma em você...
E talvez ainda não reparaste que és pra mim único no mundo...
E que eu posso ser teu único motivo!

domingo, 7 de agosto de 2011